Barra de 40 pinos fêmea para Projetos

> SKU: Z031

R$1,00

Fora de estoque

Descrição

A Barra de pinos fêmea é um produto muito útil durante o desenvolvimento de projetos robóticos e domóticos (automação residencial), conta com uma barra com 40 pinos fêmea para aplicação em quaisquer sistemas microcontroladores, entre eles, Arduino, PIC, Raspberry PI, AMR, etc.

 

Barra de pinos fêmea para Projetos

 

A aplicação da Barra de 40 pinos fêmea é dada somente para a parte superior de sua placa de circuito impresso, sendo assim, não pode ser utilizada em shield’s e equipamentos que necessitam de encaixe inferior.
Quando aplicada na parte superior aumenta significativamente a qualidade e a profissionalidade de sua placa de circuito impresso, evitando conexões mal feitas e proporcionando melhor encaixe dos cabos em seu projeto.
Não coloque em risco seus projetos com tentativas que podem ser frustradas, e podem vir a danificar sua plataforma de prototipagem, adquira a Barra de 40 pinos e faça um trabalho profissional.

 

Características

  • Barra com 40 pinos fêmea;
  • Compatível com Arduino, PIC, Raspberry PI, AMR, etc.;
  • Pode ser soldada em diversos projetos de PCIs;
  • Proporciona melhor encaixe e usabilidade junto de seus componentes;
  • Maior profissionalidade e qualidade para seus trabalhos;
  • Extremamente útil;
  • Minimiza os riscos junto à sua plataforma de prototipagem.
  • Distância entre os pinos: 2,54mm;
  • Comprimento dos pinos: 3mm;
  • Dimensões da barra (CxLxA): 102×2,5x9mm (sem contar o tamanho dos pinos);
  • Peso: 3,3g

 

Acompanha

  • 1 x Barra de pinos fêmea

 

O que é Arduino?

Arduino, é uma plataforma de prototipagem eletrônica de hardware livre e de placa única, projetada com um microcontrolador Atmel AVR com suporte de entrada/saída embutido, uma linguagem de programação padrão, a qual tem origem em Wiring, e é essencialmente C/C++, o objetivo do projeto é criar ferramentas que são acessíveis, com baixo custo, flexíveis e fáceis de se usar por artistas e amadores. Principalmente para aqueles que não teriam alcance aos controladores mais sofisticados e de ferramentas mais complicadas.

Pode ser usado para o desenvolvimento de objetos interativos independentes, ou ainda para ser conectado a um computador hospedeiro. Uma típica placa Arduino é composta por um controlador, algumas linhas de E/S digital e analógica, além de uma interface serial ou USB, para interligar-se ao hospedeiro, que é usado para programá-la e interagi-la em tempo real. Ela em si não possui qualquer recurso de rede, porém é comum combinar um ou mais Arduinos deste modo, usando extensões apropriadas chamadas de shields. A interface do hospedeiro é simples, podendo ser escrita em várias linguagens. A mais popular é a Processing, mas outras que podem comunicar-se com a conexão serial são: Max/MSP, Pure Data, SuperCollider, ActionScript e Java. Em 2010 foi realizado um documentário sobre a plataforma chamado Arduino: The Documentary.