MT3608 Step Up | Regulador de Tensão Ajustável – 2,5V a 28V

> > SKU: A211

R$5,90

Fora de estoque

Descrição

Esse módulo MT3608 Step Up ajustável é um produto desenvolvido para aplicação em projetos eletrônicos onde são necessárias diferentes tensões e correntes para acionamento de componentes eletrônicos.

 

MT3608 Step Up | Regulador de Tensão Ajustável – 2,5V a 28V

– Composto pelo regulador MT3608 Step Up, o Módulo Regulador de Tensão trabalha com tensões de entrada de 2V a 24V, oferecendo em suas saídas tensões de 2,5 a 28V que podem ser ajustadas conforme sua necessidade, por meio de um trimpot.
– O Módulo Regulador de Tensão é ideal para alimentação de motores, relés, displays, microcontroladores ou outros circuitos elétricos que operem dentro das faixas de tensões e correntes especificadas.
– A principal e crucial diferença deste Regulador de Tensão para os demais, é sua capacidade de ajustar a tensão de saída para mais (Step Up) do que a tensão de entrada, o que quer dizer exemplificativamente que, se entrar com 5V no módulo, esta tensão poderá ser aumentada para 15V, ou como melhor lhe interessar, por meio do trimpot.

 

Caracteristicas:

  • Regulador de Tensão Ajustável
  • Trimpot para ajuste da tensão de saída
  • Ajuste da tensão de saída para mais (Step Up)
  • Ideal para alimentação de motores, relés, displays, microcontroladores, entre outros circuitos
  • Tensão estável
  • Compacto
  • Fácil de utilizar

Epecificações:

  • Tensão de entrada: 2V~24V
  • Tensão de saída ajustável: 2,5~28V
  • Regulação de carga: +- 0,5%
  • Eficiência: 91%
  • Diferença mínima entre a entrada e saída: 0,5V
  • Frequência de comutação: 150 KHz
  • Corrente máx.: 2A
  • Dimensões (CxLxA): 37x17x6mm
  • Peso: 4g
  • Peso com embalagem: 5g

 

O que é Arduino?

Arduino, é uma plataforma de prototipagem eletrônica de hardware livre e de placa única, projetada com um microcontrolador Atmel AVR com suporte de entrada/saída embutido, uma linguagem de programação padrão, a qual tem origem em Wiring, e é essencialmente C/C++. O objetivo do projeto é criar ferramentas que são acessíveis, com baixo custo, flexíveis e fáceis de se usar por artistas e amadores. Principalmente para aqueles que não teriam alcance aos controladores mais sofisticados e de ferramentas mais complicadas.

Pode ser usado para o desenvolvimento de objetos interativos independentes, ou ainda para ser conectado a um computador hospedeiro. Uma típica placa Arduino é composta por um controlador, algumas linhas de E/S digital e analógica, além de uma interface serial ou USB, para interligar-se ao hospedeiro, que é usado para programá-la e interagi-la em tempo real.

Ela não possui recurso de rede, porém é comum combinar um ou mais Arduinos deste modo, usando shields. A interface do hospedeiro é simples, podendo ser escrita em várias linguagens. A mais popular é a Processing, mas outras que podem comunicar-se com a conexão serial são:

Max/MSP, Pure Data, SuperCollider, ActionScript e Java. Em 2010 foi realizado um documentário sobre a plataforma chamado Arduino: The Documentary.